7/11/2013

Inglês destrói gibis raros por engano

 

Ao reunir revistas em quadrinhos antigas para produzir uma escultura em papel machê, o britânico Andrew Vickers não imaginou que estaria destruindo o equivalente a quase US$ 30 mil dólares em edições raras. Pelo menos seis revistas foram usadas, sendo a mais cara um exemplar do primeiro número de “Os vingadores”, da Marvel, cujo valor foi estimado em mais de US$ 15 mil. O artista Sheffield só descobriu o estrago quando sua obra, chamada “Paperboy”, foi vista por Steve Eyre, um colecionador que possui uma loja especializada chamada World of Superheroes. Curioso com as imagens de quadrinhos na escultura, ele parou para prestar atenção e viu as raridades que Vickers diz ter encontrado no lixo. A edição de Os Vingadores, foi publicada em 1963 e é muito cobiçada no mercado. Mas, mesmo pego de surpresa, o artista diz não se preocupar muito e até achou graça de toda essa história. Porém, admitiu ter ficado chocado por ter destruído obras importantes para a cultura.


2 comentários:

Laerçon Blues Man disse...

É... o Paperboy dele saiu caro, e deve ir pro lixo mais rápido que os gibis raros.

Rogeblow disse...

Quando não se manja de alguma coisa se comete essas gafes mesmo.