7/04/2013

Cartunista Laerte afirma que não é homem nem mulher


O cartunista Laerte Coutinho, passou a usar roupas femininas em 2009. Na época, sua namorada,  filhos e amigos estranharam. Ultimamente ele tem dado entrevistas para explicar por que adotou o cross-dressing. Laerte, que é bissexual, tem afirmado que decidiu se libertar de uma cultura binária, que impõe às pessoas que sejam homens ou mulheres. Ressalta que se veste com roupas femininas, mas sabe que não é mulher. Para confundir ainda mais quem tenta entender o seu comportamento, ele afirma que seu novo vestuário não tem nada a ver com fetiche sexual. Há quem diga que Laerte começou a ficar pirado em 2005 por causa da morte naquele ano de um de seus filhos em um acidente de carro. O cartunista garante estar na plenitude de sua consciência. Para muitos, Laerte chutou todos os preconceitos e é o primeiro cross-dresser do Brasil a sair do armário para usar vestido, brinco, unhas feitas e maquiagem. Agora ele é um dos caras mais livres do país. Laerte diz estar ainda na fase da descoberta de tecidos, estampas e cores que lhe caiam bem. Reconhece que antes era mais simples e que comprava uma calça a cada três anos, colocava uma camiseta e pronto. Hoje as coisas mudaram e tem que combinar tudo. Está impressionado com os elevados preços das roupas femininas. Mas nem por isso tem recorrido ao guarda-roupa da sua namorada. Amém!

3 comentários:

Laerçon Blues Man disse...

continuando fazendo uns quadrinhos maravilhosos ja ta bom demais, o resto é resto.

LAMBAGE disse...

Laerte está cada dia mais abilolado!

Rogeblow disse...

Eu heim!