4/09/2013

Bonecos de escravos de "Django Livre" são alvo de críticas nos EUA



Uma série de bonecos produzida pela National Entertainment Collectibles Association em parceria com o estúdio The Weinstein Company com os personagens de "Django Livre", novo filme de Quentin Tarantino, está sendo alvo de várias críticas nos Estados Unidos. Apesar de serem indicadas para maiores de 17 anos, as "action figures",  retratam o escravocrata Calvin Candie (Leonardo DiCaprio) e, principalmente, o "escravo caseiro" Stephen (Samuel L. Jackson). Najee Ali, diretor da organização de direitos civis Projeto Esperança Islâmica, pede a retirada dos bonecos das prateleiras. Segundo ele, os mesmos banalizam os horrores da escravidão e o que os afro-americanos sentiram na época. Najee Ali, no entanto, não é contra o filme, e inclusive já foi vê-lo duas vezes. No site da Amazon, os bonecos custam cerca de US$ 35. Apesar de muitos acharem que o produto é uma forma de obter lucros com a polêmica, os filmes de Tarantino sempre tiveram bonecos com seus personagens. Há os engravatados de "Cães de Aluguel", o assassino vivido por John Travolta em "Pulp Fiction" e até mesmo do "caçador de judeus" Hans Landa, de "Bastardos Inglórios". Django Livre estreou no Natal nos Estados Unidos já sob polêmica. O faroeste mostra um ex-escravo em busca de resgatar sua mulher das mãos de um fazendeiro. O uso exagerado da palavra "nigger", um termo ofensivo para os afro-americanos que poderia ser traduzido como "crioulo" ou "preto" em português, gerou uma enorme sensação de desconforto entre os negros americanos. O longa já ultrapassou a casa dos US$ 100 milhões em bilheteria.

4 comentários:

Rogeblow disse...

Os americanos são cheio de coisas. acho que os bonecos não têm nada demais.

LAMBAGE disse...

Não vejo nenhum preconceito ou homofobia nessa situação.

Danielle Barros Fortuna disse...

se não fizessem os bonecos diriam "ah não farão os bonecos só porque são bonecos de negros!"

Laerçon Blues Man disse...

kkkkkk! Os americanos são cheios de frescuras mesmo, aliás, os Brasileiros também, acho que é por isso que não tem nenhum bonequinho do saci-pererê kkkk!