4/25/2012

Akira ganha nova versão


O site da revista Variety informa que está em andamento a nova versão do anime Akira, do autor Katsuhiro Otomo. Segundo a publicação, o estúdio Warner Bros já começou a produção, que vai trazer o desenho para a vida real. O ator Garrett Hedlund, que esteve em "Tron: Legacy" e vai estrelar o filme "On the Road", de Walter Salles, vai viver o problemático papel principal, Kaneda. Sites especializados levantaram vários nomes para o papel, como James Franco, Zac Efron, Keanu Reeves e Robert Pattinson. A carreira de Akira começou em 1982, quando foi lançada a versão original em quadrinhos. Seis anos depois virou animação e adquiriu status de cult. Akira se passa numa Tóquio pós-apocalíptica, onde Kaneda tenta resgatar seu amigo das mãos do governo. A nova versão se passará em Nova York, mas ainda não há data de estreia.

5 comentários:

Laerçon Blues Man disse...

Eu li o gibi nos anos oitenta e depois assisti o desenho quando saiu, achei muito legal. A versão nova que estão tentando fazer, ou vão fazer, já irá descaracterizar o original que foi passado em uma cidade de Tóquio pós apocalíptica. Imagino que se não for para fazer como o original deveria se fazer outra coisa, ou algo baseado nele e nem ter o nome de AKIRA.

Cesar Crash disse...

100% Apoiado, Laerçon. Chega de fazer a merda que tão fazendo com o Homem-Aranha.

Rogeblow disse...

O fato de estarem sempre querendo criar novas versão em cima de algo que é sucesso demonstra nitidamente a falta de criatividade que temos hoje em dia em criar algo novo, talvez nem seja a falta de criatividade e sim o medo de que não seja sucesso. Hoje em dia o pessoal acha que não se deve arriscar, trabalha-se em cima de algo que possa dar algum retorno de mídia e financeiro(...)

Marcão disse...

Vamos ver pra vê se fica legal

Ric Ramos disse...

Eu simplesmente odeio quando estúdios americanos metem o bedelho no sucesso dos outros. Quer fazer uma coisa maneira? Trabalhe com atores ou descendentes japoneses e recrie um japão futurista em 3D! Cara, eu fico pra morrer com estas mutilações artísticas. Alan Moore que o diga!!!